SPEDM

Serviços e Unidades de
Endocrinologia em Portugal
+

Este website tem o apoio da

Hiperaldosteronismo primário

O hiperaldosteronismo primário resulta do excesso de secreção autónoma de aldosterona por parte de uma ou ambas as GSR, afectadas por adenoma ou hiperplasia, uni ou bilateral. Esta situação resulta em hipertensão arterial de difícil controlo, requerendo frequentemente múltiplos fármacos para conseguir baixar os níveis de pressão arterial. Pode ainda conduzir a redução perigosa dos níveis de potássio.

Em alguns casos pode haver uma história familiar desta doença, geralmente com relatos de eventos cardiovasculares prematuros (p.e. AVC) em familiares.